Sagas Brasileiras

O brilhante compositor e violeiro paraibano Vital Farias( apelidado por seus companheiros de cantoria, Xangai, Elomar e Geraldo Azevedo, como “Virias Fatal”) foi candidato pelo PSOL na Paraíba. Recebeu cerca de 4 ou 6% dos votos válidos – acredito que pelos admiradores de sua vida e obra. Lembrei dele pelo clima de eleições, mas vou falar de sua obra que achei oportuno comentar.

Aponto 4 célebres músicas do cancioneiro do paraibano encontradas neste “Sagas Brasileiras”(1982,PolyGram):

“Ai,Que Saudade D’ocê” – música mais popular do cantor. Retrata bem o jeito nordestino de falar de amor.
“Sete Cantigas Para Voar” – Verdadeiro achado poético, tanto em letra quanto em poesia. Meu trecho preferido: Deixe o peixe, deixe o rio, que o rio é um fio de inspiração.
” Saga da Amazônia” – Clássico que aponta as mazelas da floresta amazônica e toda a sua história de desigualdade. Da mesma época da luta de Chico Mendes. “Era uma vez uma floresta na Linha do Equador”.
” Saga de Severinim” – Clássica saga que diz respeito a Severinim, um dos tantos retirantes nordestinos que, desprovidos de sua terra para plantar e cultivar, partem para o Sul para padecer em tantas profissões precárias e de risco.

Não tive muita paciência em procurar as músicas de Virias Fatal para disponibilizar em download não. Qualquer coisa procurem no Emule. Pode-se encontrar por lá.


Anúncios

8 Responses to Sagas Brasileiras

  1. André Mahal disse:

    Parabéns pelo blog, Ygor. Este será, sem dúvida, um espaço para um bom debate…

  2. Yassodhara Brandão disse:

    Ygor…meu irmão…é cmo digo…você é o Fera!!!
    Amei seu blog…muito bom…adorei a matéria sobre virias Fatal…e se fosse eleitora da Paraíba, com certeza votaria nele…
    Mas quero deixar aqui registrado que além das músicas que você colocou na matéria…eu gosto muito de uma em particular, eis um trecho: “e essas feridas da vida Margarida, essas feridas da vida amarga vida, pra você gostar de mim…eu vou partir, pra cidade garantida proibida, arrajar meio de vida Margarida…pra você gostar de mim…”!!!
    É mais ou menos assim…
    beijos meu irmão fera!!!

  3. Anonymous disse:

    Ygor…meu irmão…é cmo digo…você é o Fera!!!
    Amei seu blog…muito

  4. Emilia disse:

    eu posso te adicionar em meus favoritos, constrangygor?

  5. Ygor Brandão disse:

    Brigado pelos comentários, Mahal.Espero atender as tuas previsões.

    Irmã coruja é assim mesmo. É verdade, Yak, esqueci de “Veja(Margarida)”. Bem lembrado.

    Milinha,claro que pode, precisa pedir permissão não.hehehe.

  6. Adriano disse:

    Ygão, você é um desses enciclopédicos! Adorei a explicação do nome do blog…é uma frase muito utilizada pela minha mãe, também com sua variação “pior é a morte!”…hehehe. Estarei sempre por aqui prestigiando seus ensaios, como o das sagas do violeiro paraibano. Abração!

  7. Thiago disse:

    valeu, Calderrôn! separando arte de política fica tudo ok.

  8. Alex disse:

    Amigo, muito bom os seus textos! Parabéns pelo blog! Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: